As tendências do Fitness para 2022

As tendências do Fitness para 2022

Vamos olhar para 2022 com otimismo, na esperança que a pandemia se vá embora de vez e nos liberte do seu controlo. Os treinos online ainda estão em alta e vieram para ficar, mas os ginásios vão voltar a encher e vamos todos ajustar a nossa forma de viver e de treinar à medida que nos habituamos ao novo normal. E claro, com os avanços tecnológicos, haverá novas oportunidades e novos desafios para os amantes do fitness.

tendencias do treino 2022

 Vamos começar este artigo por algumas tendências mais óbvias e generalizadas, e terminamos com algumas sugestões diferentes - pensamos nós!

Adesões Híbridas em Ginásios

Começamos a notar um aumento claro nos ginásios que oferecem pacotes de inscrição com treinos presenciais - no ginásio - e treinos online. Esta tendência surge como uma resposta à mudança de hábitos da sociedade que aderiu em massa ao treino online quando todas as alternativas tradicionais deixaram de poder ser frequentadas. Agora os clubes, que viam no treino online um concorrente e uma ameaça, perceberam que esta tendência pode ser um forte aliado e complemento ao serviço que os clubes já ofereciam. Desta forma as adesões híbridas visam fornecer aos seus consumidores um nível de conveniência que estes não só esperam, mas já exigem.

Treinos de Baixo Impacto

Por mais popular que o treino de alta intensidade seja, há muito espaço para o treino de low-impact crescer como nunca antes. Exercícios como Yoga, Pilates ou o Remo podem ser ótimos treinos de fortalecimento sem serem tão agressivos para o corpo e, à medida que mais pessoas procuram apenas soluções para viver uma vida mais saudável, estes exercícios eficazes mas com menos impacto serão uma tendência de treino crescente.

Reverse Running - corrida de costas

Esta era uma das surpresas que tínhamos para ti! Sim, Reverse Running está na moda e deve continuar a crescer em 2022. Segundo alguns estudos, este tipo de corrida tem menos impacto para os joelhos e, sendo um movimento diferente do habitual que recruta músculos que não estão habituados a treinar arduamente, faz com o gasto calórico seja superior. Para além destas vantagens é ainda referido que a corrida de costas melhora as condições cardiovasculares de quem a pratica. Mas atenção, deve começar-se devagar e num parque espaçoso porque nas primeiras corridas podem acontecer quedas controladas uma vez que o centro de equilíbrio estará alterado.

Exercícios com peso variável

Não, não estamos a falar de treino com carga em ginásio ou de aulas com pesos. A tendência é outra: saltar à corda com corda pesada e fazer o hula-hoop com arco pesado! Durante a pandemia e com os confinamentos, todos tivemos de adaptar os nossos treinos para podermos treinar em casa. E saltar à corda ou fazer o hula voltaram a estar na moda! Mas agora as cordas são mais pesadas e os arcos do hula também. As vantagens são inúmeras, desde o aumento da capacidade cardiovascular ao fortalecimento dos músculos abdominais, costas, ombros e braços. Para além disso, de acordo com o site da Crossrope, o peso das cordas cria mais resistência fazendo com que haja maior envolvimento muscular e maior queima calórica em comparação com o salto à corda com cordas leves.

Treino inclusivo

Fazer com que o treino seja cada vez mais inclusivo e diversificado é um objetivo para os clubes, ginásios, estúdios e até para as apps de treino. E cabe à indústria perceber que o público quer mais diversidade e que há pessoas que não querem "treinar no duro" e preferem divertir-se. E é na mistura da inclusão com a diversão que se encontra uma app que está em altas - Joyn - movimento do corpo sem julgamentos ou censuras.  

ZUU Workouts e Animal Flow

O regresso às nossas origens e a inspiração em movimentos de animais são a definição destes tipos de treino. O ZUU é um HIIT (treino intervalado de alta intensidade), intenso, rápido e de elevado nível de dificuldade sendo a beleza deste treino a simplicidade dos seus movimentos e a sua fluidez. Foi criado para fortalecer todos os planos de movimento, contrariando as tendências tradicionais de treino. O Animal Flow é também uma modalidade de movimento utilizando apenas o peso do corpo. É um treino não coreografado, divertido, controlado e desafiador. A maior diferença entre este treino e o ZUU tem a ver com o estado de calma e tranquilidade que se alcança uma vez que é suposto este ser um treino em harmonia com a natureza.

Resumo

Embora ninguém possa prever o futuro, está claro que a mudança do comportamento do consumidor e a tecnologia continuarão a impulsionar a mudança no treino. Sendo cada vez mais notório que o Mundo está a abordar a saúde e o condicionamento físico de forma completamente diferente do que fazia antes da pandemia, o fitness será cada vez mais focado em alternativas que complementem o bem-estar físico com o equilíbrio mind-body.

escreve um comentário

os comentários são revistos antes de serem publicados

Este site está protegido pela Política de privacidade da reCAPTCHA e da Google e aplicam-se os Termos de serviço das mesmas.

entrega gratuita em compras superiores a 40€

disponível apenas para Portugal