Marmita saudável no regresso ao trabalho by Maria Travassos

marmita saudável

Depois de tanto tempo em isolamento, começamos aos poucos a voltar a um “novo normal”. Com a rotina diária apressada a que já estávamos habituados, regressa também a falta de tempo e a dificuldade na gestão das refeições semanais. Uma forma simples e útil para assegurar uma boa alimentação, mesmo nos dias mais caóticos, é aderir à marmita saudável. Além dos claros benefícios para a nossa saúde, levarmos a nossa marmita para o trabalho tem uma série de outras vantagens que gostava de partilhar consigo.

5 Vantagens da marmita saudável

1. É mais económico

Quando vamos ao restaurante, é complicado encontrar opções saudáveis a preços acessíveis. Se colocarmos de parte o dinheiro que investiríamos em almoço, vamos ficar surpreendidos ao final do mês!

2. É mais saudável

Se formos nós a confecionar as nossas refeições, conseguimos garantir que as escolhas alimentares são mais adequadas.

3. Oferece maior controlo sobre o que comemos

Ao sermos nós a gerir a quantidade de gordura, sal e açúcar que incluímos no nosso almoço, conseguimos deixar as exceções menos saudáveis para momentos planeados e não apenas “porque não há outra alternativa”.

4. Evita o desperdício

A marmita saudável é a forma perfeita de, por exemplo, rentabilizar as sobras do jantar e minimizar os desperdícios alimentares.

5. É mais saboroso

Ao levarmos para o local de trabalho comida cozinhada e temperada por nós garantimos que a refeição está feita “à nossa medida”, de acordo com os nossos gostos e preferências.

7 Dicas para preparar a sua marmita saudável

Para a sua marmita ser efetivamente saudável, há algumas dicas que deve seguir na sua preparação:

  1. Iniciar sempre a refeição com uma sopa de legumes, que poderá ser transportada numa garrafa térmica, por exemplo. A sopa deve conter vegetais variados e, se possível, não ser totalmente triturada em creme;
  2. Incluir sempre boas fontes de proteína na sua marmita saudável;
  3. Ao escolher alimentos enlatados, preferir as versões em água (ao natural) e com baixo teor de sal;
  4. Incluir leguminosas na rotina alimentar;
  5. Preferir confeções com pouca gordura de adição e evitar os fritos;
  6. Não esquecer que os vegetais devem preencher metade do prato. Legumes cozidos, grelhados ou no forno podem ser opções mais práticas do que as saladas, por poderem ser colocados diretamente na marmita saudável, em conjunto com o prato principal;
  7. Para sobremesa, optar por uma peça de fruta ou uma gelatina sem açúcar.

Apesar de exigir um pouco mais de esforço do que ir a um restaurante, levar uma marmita saudável para o trabalho é, sem dúvida, uma escolha prática e económica. Com alguma organização na noite anterior, esta opção permite fazer as nossas próprias escolhas alimentares, poupar dinheiro e manter uma alimentação saudável.

 

Visite o blog Oito.Um, onde publicamos frequentemente várias dicas de fitness e nutrição. Fique a par de todas as novidades!

 

Descobrir mais dicas de nutrição

 

Maria Travassos Maria Travassos

 


Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.