Ser saudável: As coisas de que ninguém fala by Rita Coutinho

ser saudável

Hoje em dia, é muito comum ouvirmos falar sobre a importância de sermos saudáveis e todos à nossa volta reforçam a urgência de cuidarmos da nossa saúde. Ouvirmos “Agora sou saudável: já não como açúcar, nem glúten, nem lactose” é bastante frequente. No entanto, ao referir-se a ser saudável, a maioria das pessoas pensa em sentir-se bem com o corpo e as roupas que veste, sem complexos. 

O que significa, afinal, “ser saudável”?

Quando falamos em ser saudável, é importante clarificar alguns conceitos. Dizemos diariamente frases como: “Não como arroz branco porque não faz bem à saúde”, “Só como pão escuro porque é mais saudável” ou “Vou correr porque é saudável”. Na verdade, fazemos tudo isto porque temos um medo tremendo do verão, de vestir calções ou um biquíni e sermos criticadas.

Várias vezes, fazemos um treino mais intenso para compensar aquele doce ao qual não resistimos e damos tanto de nós que não nos resta energia para fazer mais nada. Já não temos tempo para ter uma conversa com a família e preferimos passar horas nas redes sociais a ver bloggers com corpos “perfeitos” que só postam comidas saudáveis.

Convencemo-nos de que, para sermos como aquelas mulheres e termos um corpo semelhante, só podemos fazer “refeições saudáveis” e praticar exercício todos os dias. Mas ser saudável será isso?

Não se derrote! Ser saudável é muito mais do que ter um corpo escultural

De cada vez que não resiste a uma comida, ou não treina porque está cansada, pensa: “Sou tão fraca... Amanhã tenho de treinar o dobro e comer metade!”. Acertei?

São vários os pensamentos derrotistas que nos passam pela cabeça e o problema é que, quando repetidos com muita frequência, começamos a gostar cada vez menos de nós.

Eu também era assim. Acreditava que era fraca, que era a única que não controlava a gula e que não conseguiria nunca ser saudável. Hoje, consigo relativizar e gostava de dizer-lhe que:

  • Não é fraca;
  • Não é preguiçosa;
  • Não é a única com desejos incontroláveis;
  • Não é a única que adora doces ou fast food;
  • Nem é a única que pensa “perdido por 100, perdido por 1.000”.

Não há nada de errado consigo! O único problema é estar constantemente a controlar, a restringir e a proibir. Ao querer ser saudável e ter um corpo saudável, criou uma mente doente. Tenho a certeza de que comete vários erros que eu gostaria de ajudar a solucionar apresentando-lhe algumas sugestões. 

7 Dicas para ser mais saudável e mais feliz

1. Não deixe de comer hidratos

O seu cérebro precisa deles. Se quiser, dê preferência aos que vêm da natureza, como o arroz e a batata, mas não os elimine.

2. Não defina alimentos proibidos

Quanto mais disser “não”, mais o seu cérebro vai dizer “sim”. Lembre-se: restrição gera compulsão.

3. Não vai deixar de ser saudável por comer alimentos “não saudáveis”

Mantenha a sua mente saudável e entenda que é preferível comer pouco de uma comida “menos saudável” do que quilos das supostamente saudáveis.

4. Não treine para se castigar

Mexa-se através de algo que lhe dê prazer! Pode dançar, alongar ou caminhar, mas cuide do seu corpo pois ele é o seu templo.

5. Não se compare com ninguém e acredite mais em si

Seja agradável consigo mesma, mime-se, seja paciente e cuide-se. Todas nós estamos cá por uma razão, todas temos um propósito. Só ainda não descobriu o seu porque não o procurou! Busque conhecimento, leia, experiencie coisas novas, faça uma lista de coisas que ainda não fez e gostaria de fazer. Vai ver que vai valer a pena!

6. Agradeça as pequenas conquistas

Sorria ao mundo e seja grata pelas pequenas coisas. Quanto mais agradece, mais o universo lhe oferece.

7. Invista no autoconhecimento

Faça uma lista com as suas qualidades e outra com os seus defeitos. Pense nos aspetos a melhorar, nas suas metas, objetivos, desejos, sonhos e reflita sobre algumas atitudes. Questione-se e aprenda. Evolua e viva o momento presente.

 

A vida é maravilhosa quando percebemos que a comida não é o único prazer. Acredite! Confie! A vida é linda! Se ainda não se apercebeu disso, talvez tenha andado distraída, perdida na opinião dos outros e nos planos que têm para si em vez dos seus.

A vida não é para ser vivida com sacrifício, nem é para ser uma luta constante. A vida é leve! Todas nós importamos, somos únicas e capazes de tudo. Se andava perdida, seja bem-vinda de volta!

 

Rita Coutinho
rita coutinho

 


7 comentários


  • Manuela Pires

    Fantástico! É isso mesmo… Esta vida é para ser vivida😍😍♥️
    Adorei o texto!
    Obrigada


  • Carla Malheiro

    Adorei o artigo.
    Acho que devemos mesmo priorizar a vida saudável sem fundamentalismos, mas encontrando prazer em comer forma corecta.


  • Dora Loureiro

    Adorei este artigo! É isto mesmo e é isto tudo!
    Castigamo-nos! Proibimo-nos! Para uma vida mais saudável, mas, será que que é isso que conseguimos? A verdade é que a felicidade está no equilíbrio!!!


  • Manuela Pedro

    Maravilhooso artigo!! Adorei mesmo 😍


  • PAULA Martins

    É fantástica Rita. Bem haja🙏🙏 eu c46 anos n posso fazer quase exercício devido a hérnias fiscais, inclusive fui operada a 2 anos, mas ouvi-la na Rita foi um lufada de ar fresco. Adorei d passei a segui la. Seja sempre Feliz


Os comentários são aprovados antes de serem exibidos.